Apple

Malus spp.

Como a maioria das árvores frutíferas, variedades selecionadas de maçã são mantidas geralmente como árvores em coleções em campo. O Genesys lista cerca de 39.000 acessos de vários tipos de maçãs, incluindo parentes silvestres que os melhoristas poderão considerar úteis. Cerca de 5% dos acessos estão em forma de sementes, mas como elas dão origem a plantas com características diferentes da planta matriz, não são tão úteis para os melhoristas, embora tenham valor como reservatórios de diversidade. Alguns tecidos de maçã são criopreservados em nitrogênio líquido.

Macieiras podem levar vários anos para atingir a maturidade. O mellhoramento tradicional é caro e demorado - de 15 a 25 anos entre o cruzamento inicial e o lançamento da variedade melhorada. Por essa razão, os melhoristas têm usado a diversidade dos bancos de germoplasma para procurar associações entre marcadores genéticos e a presença de algumas características, como aroma, qualidade durante o armazenamento e resistência a doenças. Esses marcadores permitem aos melhoristas selecionar indivíduos de interesse numa população de cruzamentos, antes de as árvores darem fruto. Essa abordagem é conhecida como seleção assistida por marcadores (SAM).

Embora poucos acessos de maçãs sejam provenientes de árvores silvestres, os pesquisadores estão cada vez mais interessados na diversidade de maçãs silvestres como fonte de características para melhorar as variedades comerciais.

Informações gerais

Tamanho das coleções de bancos de germoplasma

Outros nomes aceitáveis