Sunflower

Helianthus annuus

O girassol (Helianthus annuus) é a quinta oleaginosa mais importante, sendo responsável por 10% da produção de óleo vegetal comestível do mundo. Nos últimos 50 anos, tornou-se uma importante fonte de calorias nas dietas do mundo. É cultivada principalmente nas regiões tropical e subtropical e seu valor de produção mundial anual é em torno de 18 bilhões de dólares americanos.

O girassol foi domesticado há aproximadamente 4.000 anos, nas regiões leste e central da América do Norte. Os espanhóis introduziram a cultura na Europa no séc. XVI, onde onde foi usado inicialmente com fins decorativos. Durante o séc. XVIII, Pedro o Grande introduziu-o na Rússia, onde seu consumo e cultivo tornaram-se populares graças à restrição à quaresma da igreja Ortodoxa, que proibia o consumo de muitas culturas oleagenosas, sem mencionar o girassol especificamente. O girassol também se espalhou por outros países do leste europeu durante esse período. Mais tarde foi re-introduzido na América do Norte. Sua expansão para Ásia, Austrália, África e América do Sul ocorreu no séc. XX.

O Genesys guarda informações sobre quase 10.000 acessões de girassóis, sendo 25% de seus parentes selvagens. O USDA-ARS mantém a coleção de girassóis selvagens mais abrangente do mundo.

Melhorar o conteúdo de óleo das variedades e híbridos de girassol continua sendo um dos principais alvos dos melhoristas. No entanto, novos objetivos têm surgido em razão de desafios ambientais e mudanças nos hábitos de consumo. Eles incluem a manutenção de boas colheitas sob condições secas, aumentar a qualidade do óleo e o conteúdo proteico dos alimentos a base girassol.

Informações gerais

Tamanho das coleções de bancos de germoplasma

Outros nomes aceitáveis