Wheat

Triticum spp.

O trigo é a cultura mais importante do mundo em termos de área cultivada (220 milhões de hectares em 2014). Os principais tipos de trigo cultivado são o trigo para pão hexaploid (T. aestivum), e o trigo tetraploid durum (T. turgidum). Outros tipos de trigo como o einkorn, emmer, spelt e kamut ainda são cultivados em algumas regiões em escala mais limitada, embora o interesse tenha aumentado recentemente.

As formas mais antigas de trigo domesticado se originaram no sudeste da Turquia. Dali, a cultura se espalhou para o Oriente Próximo (9.000 AP). A dispersão da cultura para a Europa ocorreu pela Grécia (8.000 anos atrás). Ele alcançou os Bálcãs, o Danúbio e o sul da Europa há 7.000 anos. O trigo foi trazido para a China através do Irã e Ásia Central (há 3.000 anos), e chegou à África pelo Egito. Mais tarde, os espanhóis introduziram a cultura no México, no século XVI.

O trigo é conservado em sementes. Mais de 560.000 acessões são mantidas em 40 coleções diferentes, conforme descreve a estratégia para conservação global ex situ do trigo, centeio e triticale.

Quase 320.000 acessos de trigo são visíveis no Genesys. Quase 23% delas são raças rústicas e cerca de 7% são parentes selvagens. O International Maize and Wheat Improvement Center (CIMMYT) mantém a maior coleção de trigo do mundo , seguido pelo USDA-ARS genebanks, o Australian Grains Genebank e o ICARDA.

Espera-se que o trigo seja impactado negativamente pelas mudanças climáticas. Dada sua importância na alimentação e sustento, um um esforço global liderado pelo CIMMYT está coletando a diversidade genética do trigo para produzir variedades mais resilientes, produtivas e nutritivas.

Informações gerais

Tamanho das coleções de bancos de germoplasma

Outros nomes aceitáveis