Detalhes do banco de germoplasma

Centro Internacional de la Papa

Genebanks conserve living plant samples of the world’s important crops and their wild relatives. They ensure that the genetic resources that underpin our food supply are both secure in the long term for future generations and available in the short term for use by farmers, plant breeders, and researchers. These collections are important to ensure that crop plants which may contain genes to resist disease, provide enhanced nutrition, or survive in changing or harsh environments do not become endangered or extinct over time. The genebank at the International Potato Center (CIP) in Lima, Peru maintains clonal and seed collections of potato, sweetpotato, and Andean roots and tubers (ARTC’s). The genebank is maintained as a global public good under the International Treaty on Plant Genetic Resources for Food and Agriculture (ITPGRFA).  CIP’s germplasm is available for requestors for research, education, and breeding purposes. This germplasm has been used in breeding programs in over 100 countries. CIP is the custodian of the world’s largest in vitro genebank and is the first to obtain International Standards Organization (ISO) accreditation, which regulates the processes for safe and secure germplasm movement. Further, it houses one of the world’s leading herbarium collections and cryopreservation program.

Código do instituto
PER001
Tipo
CGIAR
País
Acessos no Genesys
Localização
Latitude
-12.06
Longitude
-77.08
Culturas mais representadas
potato
sweetpotato
artc
Nomes das culturas mais representadas
Potato
11,076
Sweetpotato
8,851
Andean Root and Tubers
2,579
Gêneros mais representados
Solanum
Ipomoea
Oxalis
Ullucus
Lepidium
Outro
523
Espécies mais representadas
Ipomoea batatas
Solanum sp.
Solanum tuberosum
Oxalis tuberosa
Ullucus tuberosus
Outro
5,802
Últimas atualizações de dados de passaporte
19 October 2018
Índice de integralidade de dados de passaporte (PDCI)
O Genesys usa o PDCI como um indicador da integralidade os dados de passaporte publicados. O PDCI usa a presença ou ausência de informações na documentação de um acesso de banco de germoplasma, levando em consideração a presença ou valor de outras informações. (van Hintum et al. 2011). Por exemplo, um acesso silvestre deveria ter um local de coleta bem definido, mas não um nome de variedade. A variação do PCDI é de 0 a 10, onde 0 é o índice mínimo, atribuído a registros de passaporte bem incompletos e 10 é o índice máximo, atribuído a registros de passaporte bem completos. Qualquer tipo de acesso, silvestre, variedade tradicional, variedade moderna ou material melhorado, pode obter o índice PDCI máximo.
Número de registros de passaporte
8000
6000
4000
2000
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Índice de integralidade de dados de passaporte (PDCI)
A pontuação média do PDCI para 17,901 acessos é 7.53, com uma pontuação mínima de 3.90 e uma pontuação máxima de 8.95.